Sexta, 14 Janeiro 2022 04:58

Loja de personalizados chega a R$ 20 mil de faturamento aliando marketplace com vendas físicas

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Consultor aconselha a pedir sinal para produtos sob encomenda além de diversificar fornecedores de matéria-prima.

Há cinco anos, a Bianca Marinho realizou o sonho de se tornar empresária. Ela investiu R$ 1,2 mil para montar uma pequena fábrica de produtos personalizados dentro de casa.

Para divulgar as camisetas, canecas, chinelos, moletons e outros produtos estampados sob encomenda, ela criou um loja virtual em um marketplace. Desde o começo do ano, a Bianca está em loja física, em um espaço de 8 metros quadrados.

A empresária aprendeu que estoque parado significa dinheiro parado. Por isso, a compra dos insumos é feita de acordo com a demanda de trabalho.

Para o consultor de negócios Haroldo Matsumoto, cobrar um sinal dos clientes é uma boa estratégia para o empreendedor que produz sob encomenda. Ele também faz um alerta: para a produção nunca parar, a empresa deve ter mais de um fornecedor de matéria-prima. E é importante saber qual é a capacidade de produção, para calcular direito o prazo de entrega.

Hoje, 60% do faturamento da Bianca vêm das vendas pela internet. E 40% da loja física. Em meses normais, a empresa fatura cerca de R$ 5 mil. Já no final de ano, vai para R$ 15 mil a R$ 20 mil.

Fonte: PEGN

Ler 164 vezes
Verità Tecnologia

Somos a Verità Tecnologia.
Temos tudo que você precisa para desenvolver seu projeto web. Suporte Ilimitado.
Hospedagem de sites, registro de domínio, comércio eletrônico, e-mail marketing e muito mais.